Concurso The Nature Conservancy

Maior organização ambiental do mundo estimula fotógrafos amadores e profissionais a compartilhar sua visão sobre a fauna e a flora do planeta

(Copyright GettyImages)

(Copyright GettyImages)

Na era das selfies e dos registros imediatos, a maior organização ambiental do mundo, a The Nature Conservancy (TNC), está lançando um desafio global para estimular o olhar atento para as paisagens naturais. O concurso “Qual é a sua natureza?”, que já está aberto para inscrições, tem como objetivo inspirar o maior número possível de pessoas a apreciar a beleza e o bem-estar que o meio ambiente nos proporciona.

“Para quem curte fotografar as belezas naturais dos lugares que visita, o concurso é um motivo a mais para observar com carinho as paisagens e aquilo que elas têm de único. Queremos convidar fotógrafos amadores e profissionais a mostrar a importância do contato com o meio ambiente e, com isso, provocar emoções e reflexões em um público diversificado”, explica Erik Lopes, coordenador do concurso da TNC no Brasil.

As categorias do concurso são: jovens fotógrafos (18-25 anos), pessoas e natureza, natureza em cidades, vida selvagem, aventura e mundo subaquático, além da premiação global, que reconhece o melhor entre em todas as outras categorias. As inscrições podem ser feitas até 31 de maio, pelo site www.tnc.org.br. Um júri fará a seleção das melhores fotos em cada categoria, mas o público geral também poderá escolher sua imagem preferida, em uma votação virtual. Os prêmios para os autores das melhores fotos incluem câmeras profissionais, vale-compras e divulgação nas redes sociais da TNC.

(Crédito: The Nature Conservancy)

(Crédito: The Nature Conservancy)

Para incentivar a participação dos brasileiros no concurso, os perfis da TNC Brasil no Facebook (TNCBrasil) e no Instagram (tncbrasil) vão publicar fotos de algumas das mais belas paisagens naturais do país e informações sobre a competição.

Dicas da TNC para fotografar a natureza

1 – Conheça bem a sua câmera e os recursos disponíveis
Celular, câmera “point and shoot” ou equipamento profissional? A escolha depende do quanto você está disposto a investir e do peso que pretende carregar. Qualquer seja sua escolha, o importante é conhecer bem o seu equipamento. Que tal brincar um pouco com as opções que o aparelho oferece, antes de viajar, para se familiarizar com elas? Use filtros para reduzir os reflexos. O uso do flash da câmera também irá ajudá-lo na iluminação de áreas com sombra a uma pequena distância. Na dúvida, leve um tripé. Não arrisque perder belas fotos pela falta de equipamento. Mas, lembre-se que em trilhas, os recursos em excesso podem atrapalhar. Smartphones e tablets podem garantir uma bela sessão de fotos e oferecem praticidade no uso de aplicativos.

2- Planeje o passeio antes de iniciá-lo
É preciso estar com roupa e sapatos adequados. A mochila costuma ser uma boa companheira dos fotógrafos amadores, pois facilita o transporte dos equipamentos sem prejudicar o deslocamento. Lembre-se de incluir protetor solar, repelente e água. E, se levar uma câmera profissional, não se esqueça de acomodá-la em uma bolsa adequada para caminhar com mais conforto e evitar danos ao equipamento. Use o GPS para conhecer bem o caminho que irá seguir.

3 – Pense em um tema
Imagine um roteiro e conte uma história por meio das fotos de sua viagem. Pense na possibilidade de fazer fotos artísticas, considerando os elementos que estarão na paisagem. Quais são as cores e seus tons, o espaço, a textura, as formas e as linhas que te ajudarão na narrativa?

4 – Garanta a sua segurança
Em qualquer lugar, é fundamental respeitar as instruções dos guias e autoridades locais com relação aos procedimentos de segurança que você deve tomar. Nenhuma foto justifica se colocar em risco de acidente. Se você vai a um parque nacional ou a outra área com pouca presença humana, observe também se você está interferindo no espaço dos animais. Evite qualquer situação que possa assustá-los, eles estão em casa e sua reação de defesa pode surpreender você.

(Crédito: The Nature Conservancy)

(Crédito: The Nature Conservancy)

5 – Busque novos ângulos e olhares
Você já leu o manual da sua câmera? Se não conhecer bem o seu equipamento, pode perder recursos e efeitos diferenciados. Procure tirar as fotos em alta qualidade e com a maior resolução possível para facilitar na hora da edição. Tire muitas fotos e em distintos ângulos.
Se o equipamento permitir e você tiver como armazenar, opte por fotos em alta resolução, mesmo que você não pense, na hora, em editar a imagem. Você pode querer imprimi-la ou recortá-la para usar nas redes sociais. Tire muitas fotos e em distintos ângulos. Experimente diferentes posições da câmera, jogue com o foco, teste o uso do flash. A prática vai tornar suas fotos cada vez mais interessantes. Aos poucos, você vai ver que fotografias são como viagens, sempre podem nos surpreender.

Saiba mais sobre a TNC em http://www.tnc.org.br