Culturas árabe e africana

8º Festival Sul-Americano será realizado este mês em diversos pontos da capital paulista e em cerca de 20 cidades do estado de São Paulo e do exterior, como Buenos Aires

Arte do EventoCom o intuito de promover as manifestações culturais árabes, africanas e sul-americanas no estado de São Paulo e fortalecer o vínculo entre os países desses três eixos culturais, com base no respeito à diversidade e nos laços históricos e sociais, além de incentivar a paz, por meio da aproximação dos povos, será realizado, de 18 a 31 de março, o 8º Festival Sul-Americano da Cultura Árabe-África (SACA).

O evento, que é organizado pela BibliASPA – biblioteca/centro de pesquisa e cultura que impulsiona a reflexão sobre os povos árabes, africanos e sul-americanos, e atende centenas de refugiados -, ocorrerá em diversos pontos da capital paulista e em mais de 20 cidades do estado de São Paulo e do exterior, como Buenos Aires (ARG).

A abertura solene do festival acontecerá no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), no dia 18 de março (sábado), às 18 horas, com a participação de diversas autoridades públicas.

Neste ano, a novidade é a expansão em 20% da quantidade de municípios que passarão a receber o festival, dentre os quais Santos, Ribeirão Preto, Campinas, Americana, Marília, São José do Rio Preto, ABCD e Embu das Artes. A intenção, com isso, é de ampliar o tamanho do evento e levar, a um público cada vez maior, a consciência sobre a importância de respeitar a cultura dos refugiados que têm povoado progressivamente o País. A programação engloba uma extensa variedade de atividades e atrações, que atenderão ao interesse de pessoas com perfis e idades distintas. Espera-se receber, no festival, acadêmicos, pesquisadores, artistas, profissionais da área de comunicação e a sociedade civil como um todo.

Dentre as dezenas de atividades que acontecerão, destaca-se o Seminário Internacional sobre Migrações, Deslocamentos e Refúgios; uma excelente grade de palestras com renomados especialistas; oficinas de artesanato, gastronomia e dança; mostra de filmes; contação de histórias infantis; saraus e muito mais. Além disso, haverá a participação de importantes autoridades internacionais.

Mas os convidados principais são os refugiados de países que estão em guerra ou outras situações de vulnerabilidade, como Síria, Iraque, Nigéria, Senegal, Marrocos, Colômbia, Haiti, entre outros. Eles serão os maiores disseminadores das culturas de suas nações durante o evento.

“Ressalto a importância de um festival dessa magnitude, não apenas para São Paulo, como para todo o Brasil, e sua significante contribuição cultural, dada a necessidade de pensar o amplo tema ‘migrações, deslocamentos e refúgios’, já que ele é uma realidade, no País, neste momento”, reforça a coordenadora de comunicação da BibliASPA, Semíramis Nahes.

Mais informações em: https://bibliaspa.org/festival-saca/ ou na página do festival no Facebook: https://www.facebook.com/events/587899908082574/?active_tab=discussion.

Seminário Internacional

Nos dias 30, 31 de março e 1º de abril será realizado, como parte integrante do 8ºFestival SACA, o Seminário Internacional sobre Migrações, Deslocamentos e Refúgios, no prédio histórico da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo – Escola Estadual Caetano de Campos, fundada em 16 de março de 1846 e localizada na Rua João Guimarães Rosa, 111 – República, São Paulo (SP). O encontro será gratuito e aberto a todos, e, para participar, é solicitada apenas a inscrição, por meio do site da BibliASPA, onde há formulário específico para o seminário, ou por meio do e-mail direcao@bibliaspa.org.

Entre outros convidados confirmados, estarão presentes representantes da Organização das Nações Unidas (ONU); a representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Dra. Edineia Soares; a diretora para as Américas do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Isabel Marquez; o secretário de Educação do estado de São Paulo, Dr. José Renato Nalini; o secretário de Direitos Humanos de São Paulo e coordenador da Política de Imigrantes de São Paulo, Ebenezer Oliveira; a chefe da Divisão
de Seguimento de Cúpulas do Ministério das Relações Exteriores, Patrícia Maria Oliveira Lima; o diretor do departamento de Américas da Liga dos Estados Árabes, organização que compreende 22 países, cuja sede está no Cairo – Egito, Karim Abdelaziz; e representantes do Ministério Público Federal, Estadual, Ministério Público Democrático (MPD), Defensoria Pública da União (DPU), universidades, centros de pesquisa e instituições que lidam com o tema.

O seminário é organizado pela BibliASPA, pelo Núcleo de Apoio às Pesquisa (NAP) e pelo Ministério das Relações Exteriores, com o apoio da Unesco, e será mediado pelo diretor da BibliASPA e professor da Universidade de São Paulo, Dr. Paulo Daniel Farah.

Serviço
8º Festival Sul-Americano da Cultura Árabe-África

Data: 18 a 31 de março
Local: cidade de São Paulo, outros municípios paulistas e no exterior
Entrada: Gratuita
Informações: https://bibliaspa.org/festival-saca/ ou https://www.facebook.com/events/587899908082574/?active_tab=discussion