Jornalista lança livro na WTM

O editor do Diário do Turismo, Paulo Atzingen lança no próximo dia 4 de abril, durante a WTM Latin América em São Paulo seu quarto livro de crônicas:”Em busca da Realidade Mágica”

O livro, da BBS Editora, traz 41 obras e 30 fotografias do autor. Prefaciado pelo ex-ministro do Turismo, Caio Luiz de Carvalho e com apresentação do jornalista Roberto Maia, editor da revista Qual Viagens, “Em Busca da Realidade Mágica” não é um livro para viajantes inexperientes. Com uma prosa refinada, Atzingen utilizou as notícias consumíveis e que o tempo mastigava e jogava fora no dia a dia de seu trabalho jornalístico, transformando-as em textos literários atemporais. Muitas viagens dentro da viagem com o perdão do clichê.

“Em Paulo Atzingen, jornalismo e literatura sempre estiveram próximos. Não por acaso, sua ficção exibe o olho do repórter. E os textos de jornalismo – opinativos, entrevistas, reportagens – se abastecem na fonte preciosa da função poética da linguagem. Concisão, fluidez e emoção aparecem juntas como virtudes raras – na prosa e no verso”, escreve o jornalista e profissional de texto, Gabriel Emídio, na orelha do livro.

“Uma inspirada viagem pelo Brasil e pelo mundo! A experiência como jornalista de viagens e turismo torna os textos de Paulo Roberto von Atzingen ainda mais ricos e refinados”, tece Caio Luiz de Carvalho no prefácio do livro.

O livro tem os seguintes patrocinadores: Hangaroa Eco Village & Spa, Schultz Operadora de viagens e Accor Hotels. E o apoio das empresas Global Travel Assistance, Rio Othon Palace, RXT Travel, João Araújo Produções e Yázigi Idiomas.

Sobre o autor
Paulo Atzingen é paulista de Presidente Wenceslau. Tem formação em Letras, Artes e Comunicação Social na UF do Pará. Deu aulas em escolas públicas e cursinhos pré-vestibular. Produziu reportagens na Amazônia sobre sustentabilidade, conflitos agrários e étnicos. Lançou, em 1998, a revista PAYSAGE. Em Belém, foi repórter dos jornais O Liberal e O Paraense; e articulista em A Província do Pará e no Diário do Pará.

Ganhou concursos literários e do meio jornalístico. Entre eles, o prêmio O Petróleo é Nosso – da Petrobrás; e duas vezes o prêmio de jornalismo Comendador Marques dos Reis, em Belém (2006 e 2016).

Publicou três livros de ficção: “Cronicontos Marabaenses”, “O Boi e o Ferro Gusa” e “O Turista Encarnado “. No final dos anos 90, voltou a morar em São Paulo. Trabalhou como redator no jornal Brasilturis e fundou, em 2005, o Diário do Turismo – primeiro jornal online de Turismo do Brasil.

Fernando Porto é jornalista, escritor, terapeuta e editor da Agência Porto de Notícias, que oferece um conteúdo jornalístico diferenciado para o público de cultura, viagens, saúde e lifestyle