Ministros do Turismo e Cultura preparam plano conjunto

Ministros traçam estratégia conjunta com foco nos Jogos Olímpicos para intensificar o fluxo de visitantes nos destinos e nos atrativos culturais do Brasil

Ministros Juca Ferreira e Henrique Eduardo Alves alinham a estratégia conjunta (Foto: Paulino Menezes)

Ministros Juca Ferreira e Henrique Eduardo Alves alinham a estratégia conjunta                     (Foto: Paulino Menezes/Divulgação)

Os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e da Cultura, Juca Ferreira, firmaram nesta quinta-feira (25) o compromisso de trabalharem juntos para potencializar o ganho do Brasil com a Olimpíada e Paralimpíada Rio 2016. A ideia é criar uma programação conjunta para valorizar a cultura nacional na Casa Brasil – que será montada durante o megaevento esportivo -, lançar uma campanha de publicidade integrada das duas pastas ministeriais e incrementar a visitação aos espaços culturais como museus, por meio da inclusão dos mesmos em produtos turísticos.

“Não existe turismo sem cultura. Da mesma forma que a cultura depende do turismo”, comentou o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. Dentro dessa perspectiva, as áreas técnicas dos Ministérios da Cultura – incluindo o Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (IPHAN) e o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) -, e do Ministério do Turismo, voltarão a se reunir em 16 de março para detalhar os projetos.

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, sugeriu a retomada de um memorando de entendimento já iniciado entre o MTur e o Iphan para o melhor aproveitamento turístico de prédios e outras estruturas históricas. “Quase tudo da cultura pode ter impacto também no turismo”, destacou Juca Ferreira.

Entre as ações práticas que serão tratadas no âmbito da parceria estão a sinalização turística de cidades históricas, a definição cultural da Casa Brasil e do tour da tocha, principalmente nas cidades onde a chama olímpica irá pernoitar, e a aproximação da agricultura familiar com eventos culturais regionais como o São João.