“The Walking Dead” está de volta

Que fim levaram Rick e grande parte dos sobreviventes, trancados em um vagão de trem pelos habitantes do Terminus? No dia 14 de outubro, às 22h30, na Fox, a ansiedade dos fãs da série de zumbis  ‘The Walking Dead’ acabou, com o início da quinta temporada, apenas 48 horas após os Estados Unidos. Composta por 16 episódios que serão exibidos em duas partes – oito deles neste semestre -, a série já foi vista em mais de 122 países e por mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo.

Rick Grimes (Andrew Lincoln, à esq.) e Daryl Dixon (Norman Reedus) estão de volta

Rick Grimes (Andrew Lincoln, à esq.) e Daryl Dixon (Norman Reedus) estão de volta

No final inquietante da quarta temporada, a cena do vagão de trem deixou os fãs irados pelo suspense interrompido, assim como também é mistério o paradeiro de Beth  e o destino da filha de Rick, Judith, que está nas mãos de Carol e Tyreese. A quinta temporada revelará a verdadeira motivação da comunidade do Terminus, com a esperança do grupo de ainda conseguir encontrar a cura para esta epidemia em Washington. Além disso, chegarão notícias daqueles que ainda não estão no Terminus e de novos personagens. Haverá novos conflitos e obstáculos que vão ameaçar separar o grupo novamente.

Baseada na série de quadrinhos escrita por Robert Kirkman e publicada pela Image Comics, “The Walking Dead” conta a história dos meses e dos anos após um apocalipse zumbi e gira em torno de um grupo de sobreviventes liderados por um policial, Rick Grimes (Andrew Lincoln), que viaja em busca de um lugar seguro para viver.

Fernando Porto é jornalista, escritor, terapeuta e editor da Agência Porto de Notícias, que oferece um conteúdo jornalístico diferenciado para o público de cultura, viagens, saúde e lifestyle

Your Turn To Talk

O seu endereço de e-mail não será publicado.